Follow by Email

sexta-feira, 3 de junho de 2011

Entre ondas e pensamentos (Indriso II)


(Imagem; Mar Bravio, autor desconhecido) 


A noite imerge-se num bailar angustiante de horas...
Definho eu em pensamentos espargidos pelo chão!
Alva neblina me abraça lançando o olhar ao esmaecer

Negando imagem línea que limita o gigante azul.
Do mar de luz quero ver as ondas bravias,
Impulsionando o frágil barco a suportar

Os impropérios que permutam essa vida,

De velho lobo sob as estralas a velejar.



Rio de Janeiro, 03 de junho de 11.

Nenhum comentário:

Postar um comentário